O REGISTRO DAS HASHTAGS COMO MARCAS

As hashtags vêm sendo usadas como ferramenta de marketing, mas para que elas possam ser protegidas como marca, incrementando o seu negócio e consolidando sua marca perante os consumidores, algumas regras devem ser observadas.

Hashtag consiste de uma palavra-chave antecedida pelo símbolo #, conhecido popularmente no Brasil por “jogo da velha” ou “sustenido”, muito utilizada nas mídias sociais como Twitter, Instagram, Facebook, Pinterest, Google+ e outros.

As hashtags individualizam palavras-chave, fazendo com que o conteúdo do seu post seja acessível a todas as pessoas interessadas no assunto publicado, permitindo-as comentar, compartilhar ou curtir o conteúdo.

O termo hashtag se tornou tão utilizado e conhecido no cotidiano das pessoas que foi, inclusive, incorporado ao dicionário da língua inglesa Oxford em junho de 2014.

Atualmente, cerca de 78% dos brasileiros acessam as redes sociais e, por isso, empresas dos mais variados setores no Brasil vêm tentando registrar suas hashtags como marca, com o intuito de se proteger da concorrência e garantir presença marcante nas redes sociais.

Com isso, as hashtags vêm se transformando em verdadeiras “armas publicitárias” entre as empresas e instituições que utilizam as redes sociais como meio de comunicação e marketing, objetivando atingir um número cada vez maior de pessoas.

Mas, escolher as hashtags certas é fundamental para que suas publicações consigam envolver o seu público-alvo e aumentar o reconhecimento de sua marca.

Geralmente, o uso de hashtags com títulos genéricos, relacionados ao seu produto ou serviço, irá expor o seu negócio para muitas pessoas, mas corre-se o risco de que seu conteúdo se perca no meio de centenas de informações usando as mesmas hashtags.

Para que a hashtag escolhida possa, de fato, promover seu negócio e fortalecer a imagem de sua empresa na web, é necessário que ela seja original e se relacione à sua marca.

Por isso, a tendência mundial é criar suas próprias hashtags, específicas para o seu negócio ou sua marca.

Aproveitando o poder das hashtags e buscando maior interação com os consumidores, empresas como a Coca-Cola, Ambev, P&G e Itaú, já efetuaram o registro de suas hashtags.

A Coca-Cola pediu o registro para #issoéouro e #thatsgold. A Procter & Gamble tem a #tipomenina para a marca de absorventes Always. O Itaú adota #issomudaomundo e a Ambev usa #brahmacompartilhe.

O uso das hashtags tende a ganhar cada vez mais força no mundo digital.

Não perca tempo! Registre a sua!

Leia Mais